Entre eu e eu mesmo – o GRANDE e o pequeno

Pessoas grandes possuem a estranha sensação de não caberem nos lugares determinados. Parecem sempre estarem fora do lugar… Pessoas pequenas também: é engraçado, por exemplo, vê-las balançar os pés, longe do chão, quando sentadas.

Pois bem, estava eu em uma parada de ônibus quando me peguei assim, com os pés elevados do chão, balançando.

Desde pequeno diziam que eu era grande. Na escola, ocupava os últimos lugares (em filas ou em classes) porque era considerado alto. Porém, nunca me percebi assim. Em casa, tinha dificuldade em me olhar no espelho (tinha de me abaixar para ter uma noção de todo meu corpo – ora a cabeça desaparecia, ora meus pés); assim como para escovar os dentes (ou lavar o rosto): eu quase me debruçava sobre a pia.

Situações de gigantez.

Mas eu não me via assim. Tanto não me via que, acompanhada de minha altura, vinha um olhar para o chão. Olhar que me rendeu, até hoje, uma certa corcundez (graças a isso, encontro moedas, notas ou mesmo objetos fúteis que me entretém de acordo com seus valores).

Talvez as pessoas escolham seus tamanhos. Assim como Alice, podem passear pelo mundo reservado aos pequenos, aos pequeníssimos, quem sabe e, assim, desfrutam de belas aventuras. Ou, assim como gigantes – narrados com alguma estranhez – passeiam pelo mundo de cima, observando o céu com certa intimidade (que talvez os pequeninos invejem), ou observando o chão com certo desejo (afinal, mais longe dele estando, menos a ele pertencem).

Ou, talvez, os tamanhos escolham as pessoas: elas dificilmente estariam satisfeitas com seus tamanhos.

Ao meu olho, contudo, deixo para ele escolher o tamanho. Alguns, pequeniníssimos, que tenho de baixar a cabeça, ficam ali, sossegados em seu tamanho. Com outros, meus olhos espicham, e, mesmo assim, não cabem ali: meus olhos dão o tamanho.

A mim, guardo a sensação de pequenez em um corpo grande.

Advertisements

2 Comments

Filed under Uncategorized

2 responses to “Entre eu e eu mesmo – o GRANDE e o pequeno

  1. poars1982

    obrigado Rafael.
    Dei uma olhada no teu blog e gostei bastante também.
    fique à vontade para visitar, comentar, criticar…
    abraço,
    leonardo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s