Category Archives: Anthropology

Arqueologia da Violência – Pierre Clastres

Download do livro na íntegra: clique aqui.

Via www.bibliotecanomade.blogspot.com.

Leave a comment

Filed under Anthropology, Arqueologia da Violência, Book, Download, Philosophy, Pierre Clastres

Sur Les origines de la domination politique: a propos d’Etienne La Boetie et de Pierre Clastres

Artigo de Pierre Birnbaum, em que o autor se propõe a realizar um balanço da proposta de antropologia política de Pierre Clastres à luz de Étienne de La Boétie. Neste, o autor realiza uma defesa da antropologia política de Lapierre, antropologia de cunho etnocêntrico e evolucionista, conforme as críticas operadas por Clastres no “Copérnico e os Selvagens”.

Leitura fundamental para interessados em Antropologia Política. Encontra-se na Revista Francesa de Ciência Política, publicada em 1977, v.1.

Disponível online aqui.

1 Comment

Filed under Anthropology, Birnbaum, Clastres, Domination, La Boétie, Philosophy, Politics, Sur les origines de la domination politique

Prefácio: A Sociedade contra o Estado

Prefácio de Tania Stolze e Márcio Goldman.

Download Prefácio.

Leave a comment

Filed under Anthropological Knowledge, Anthropology, Epistemology, Marcio Goldman, Philosophy, Pierre Clastres, Politics, Tania Stolze

Lévi-Strauss e os sentidos da História – Goldman

RESUMO: Este texto explora alguns aspectos do pensamento de Claude Lévi-Strauss a respeito da história. Partindo de uma crítica às leituras reducionistas de sua obra, trata-se de demonstrar dois pontos. Em primeiro lugar, ainda que a reflexão sobre a história ocupe na obra do autor uma dimensão aparentemente secundária, é justamente a partir dela que se pode atingir dimensões importantes e marginalizadas do chamado estruturalismo. Em segundo lugar, trata-se de demonstrar que a reflexão levistraussiana foi capaz de desenvolver uma persperctiva verdadeiramente antropológica e não etnocêntrica acerca da história e da historicidade das sociedades humanas.

PALAVRAS-CHAVE: Lévi-Strauss, História, teoria antropológica.

Para acessar o texto clique aqui.

Leave a comment

Filed under Academics, Anthropological Knowledge, Anthropology, Download, History, Lévi-Strauss, Marcio Goldman, Scielo, Text

Apresentações antropológicas

Textos de estudantes do PPG em Antropologia Social do Museu Nacional sobre cientistas sociais para a disciplina de Teoria Antropológica II.

Material inicial interessante contendo informações sobre Latour, Clastres, Geertz, Sahlins entre outros.

Confira o material clicando aqui.

Leave a comment

Filed under Academics, Anthropological Knowledge, Anthropology, Download, social anthropology, Texts

No Brasil, todo mundo é índio, exceto quem não é

Quem é Índio? O que define o pertencimento a uma comunidade indígena?

Começo por dizer que suspeito que nossa entrevista vai ter de abundar em aspas; não apenas ou principalmente aspas de citação, mas sobretudo aspas de distanciamento. Isso porque essa discussão — quem é índio? o que define o pertencimento? etc. — possui uma dimensão meio delirante ou alucinatória, como de resto toda discussão onde o ontológico e o jurídico entram em processo público de acasalamento. Costumam nascer monstros desse processo. Eles são pitorescos e relativamente inofensivos, desde que a gente não acredite demais neles. Em caso contrário, eles nos devoram. Donde as aspas agnósticas. Continue reading

2 Comments

Filed under Anthropology, Viveiros de Castro

TEORIA DA SEMICULTURA* – Theodor Adorno

O que hoje se manifesta como crise da formação cultural não é um simples objeto da pedagogia, que teria que se ocupar diretamente desse fato, mas também não pode se restringir a uma sociologia que apenas justaponha conhecimentos a respeito da formação. Os sintomas de colapso da formação cultural que se fazem observar por toda parte, mesmo no estrato das pessoas cultas, não se esgotam com as insuficiências do sistema e dos métodos da educação, sob a crítica de sucessivas gerações. Reformas pedagógicas isoladas, indispensáveis, não trazem contribuições substanciais. Poderiam até, em certas ocasiões, reforçar a crise, porque abrandam as necessárias exigências a serem feitas aos que devem ser educados e porque revelam uma inocente despreocupação frente ao poder que a realidade extrapedagógica exerce sobre eles. Igualmente, diante do ímpeto do que está acontecendo, permanecem insuficientes as reflexões e investigações isoladas sobre os fatores sociais que interferem positiva ou negativamente na formação cultural, as considerações sobre sua atualidade e sobre os inúmeros aspectos de suas relações com a sociedade, pois para elas a própria categoria formação já está definida a priori. Continue reading

3 Comments

Filed under Academics, Adorno, Anthropology, Critics, Culture, Philosophy, Semiculture Theory, Social Sciencses, Sociology