Category Archives: Justice

O Discurso da Servidão Voluntária ou O Contra Um – Etienne de la Boétie

Manuscrito De Mesmes 

texto estabelecido por Pierre Léonard 

Em ter vários senhores nenhum bem sei,

Que um seja o senhor, e que um só seja o rei.

dizia Ulisses em Homero, falando em público. Se nada mais tivesse dito, senão: Em ter vários senhores nenhum bem sei, estaria tão bem dito que bastaria; mas se para raciocinar precisava dizer que a dominação de vários não podia ser boa, pois o poderio de um só é duro e insensato tão logo tome o título de senhor, em vez disso foi acrescentar a contrário:

Que um só seja o senhor, e que um só seja o rei.  Continue reading

Leave a comment

Filed under Discurso da servidão voluntária, Domination, Download, Justice, La Boétie, Philosophy, Pierre Léonard, Politics, Power, Social Justice, Text, The Discurse of voluntary servitude

Introdução à Crítica da Filosofia do Direito de Hegel – Karl Marx

Download do texto na íntegra aqui

Leave a comment

Filed under Hegel, Justice, Marx, Philosophy, Right

Friedrich Nietzsche: justiça e ação – Eduardo Rezende Melo

A dissertação de mestrado “Justiça e ação no pensamento nietzscheano” foi defendida na PUC/SP, em dezembro de 2002, sob orientação do professor Peter Pal Pélbart. A banca foi composta pelos professores Ernani Chaves e Maria Cristina Franco Ferraz. O objetivo da tese é acompanhar nas obras de Nietzsche a sua crítica à justiça, tal como entendida pela tradição, e a sua tentativa de transvaloração deste valor, em íntima ligação com a ação. Leia a seguir a íntegra do capítulo “Genealogias da Cultura e da Justiça”, referente à “Genealogia da Moral”.

Clique aqui para conferir um comentário sobre a tese

Leave a comment

Filed under Action, Conscience, Ethics, Justice, Morals, Nietzsche, Philosophy

Justiça artística através do stress

Qual é a cara da violência?
A “Arte da ultraviolência”, como classificou o estadão de sexta, dia 16, é protagonizada pelo grupo Justice e seu novo – e polêmico – clipe stress (que pode ser conferido com excelente qualidade no my space dos caras).
Continue reading

Leave a comment

Filed under aesthetics, Culture, france, Justice, Music, my spaces, Philosophy, pop, stress, Uncategorized, video, Violence

I Olimpíada de Filosofia do Rio Grande do Sul

I Olimpíada de Filosofia do RS é um evento educacional incentivado e assessorado pela Associação de Cursos de Filosofia do Sul do Brasil (Fórum Sul de Filosofia) e pelos Cursos de Filosofia do RS. A iniciativa propõe a realização de atividades didáticas de Filosofia, desenvolvidas nas escolas de Ensino Infantil, Fundamental e Médio do Rio Grande do Sul, em preparação para as Atividades Olímpicas que serão realizadas em Instituições de Ensino Superior do RS, e versarão sobre o Tema Geral:

‘É possível uma sociedade justa?’

http://www.olimpiadadefilosofia.org/

Leave a comment

Filed under Education, Justice, Olimpcs, Philosophy

Quem tem direito ao “uso do véu”? (uma contribuição para pensar a questão brasileira)

palestineballoongirl.jpg

Acesse o texto aqui

Céli Regina Jardim Pinto – Professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre-RS. celirjp@terra.com.br

RESUMO
Este artigo analisa o dilema entre as posturas defensoras do universalismo e das diferenças, tendo como pressuposto que ambas podem resultar no reforço de essencialisarmos excludentes em cenários sociais de desigualdade. A hipótese que foi perseguida é a de que mesmo tomando como primado a necessidade da construção de uma “igualdade mínima essencial” isso só pode ocorrer tomando em consideração os princípios e as lutas que se organizam em torno do direito à diferença. Este paper tratará basicamente com a questão brasileira. A discussão que será levada a efeito aqui tem como base dois textos fundamentais: o relatório da comissão de alto nível que recomendou ao governo francês a proibição do uso véu pelas jovens mulçumanas nas escolas públicas francesas e o último livro de Seyla Benhabib – The Claim of Culture. Palavras-chave: Universalismo, Diferença, Mulheres, Religião, Esfera Pública.

Who has the right of using the scarf: (a contribution to think the Brazilian question)

ABSTRACT
This article analyses the dilemma between the positions that has defended the universalism and those that has defended the differences, having as presupposition that both can result in the strong ness of exclude essentialism in scenario of social inequalities. The hypothesis that has pursued is as the follow: taking as presupposition the necessity of the construction of a “minimal essential equality” this only can take places taken into consideration the principle and the struggles that organize themselves around the right to the difference. This paper will discuss mainly the Brazilian question. The discussion that will be done in this paper has as bases two fundamentals texts: the Report of the High Commission that has recommended to the French government the prohibition of the use of the scarf by the young Muslim women in the French public school and the last book that was written by Seyla Benhabib – The Claim of Culture. Key Words: Universalism, Difference, Women, Religion, Public Sphere.

Leave a comment

Filed under Anthropology, Difference, Download, Justice, Public Sphere, Religion, Social Justice, Universalism, Women

Justice vs Power: Chomsky and Foucault

3 Comments

Filed under Chomsky, Domination, Foucault, Justice, movies, Philosophy, Politics, Power, YouTube