Category Archives: Text

Lévi-Strauss e os sentidos da História – Goldman

RESUMO: Este texto explora alguns aspectos do pensamento de Claude Lévi-Strauss a respeito da história. Partindo de uma crítica às leituras reducionistas de sua obra, trata-se de demonstrar dois pontos. Em primeiro lugar, ainda que a reflexão sobre a história ocupe na obra do autor uma dimensão aparentemente secundária, é justamente a partir dela que se pode atingir dimensões importantes e marginalizadas do chamado estruturalismo. Em segundo lugar, trata-se de demonstrar que a reflexão levistraussiana foi capaz de desenvolver uma persperctiva verdadeiramente antropológica e não etnocêntrica acerca da história e da historicidade das sociedades humanas.

PALAVRAS-CHAVE: Lévi-Strauss, História, teoria antropológica.

Para acessar o texto clique aqui.

Leave a comment

Filed under Academics, Anthropological Knowledge, Anthropology, Download, History, Lévi-Strauss, Marcio Goldman, Scielo, Text

O Discurso da Servidão Voluntária ou O Contra Um – Etienne de la Boétie

Manuscrito De Mesmes 

texto estabelecido por Pierre Léonard 

Em ter vários senhores nenhum bem sei,

Que um seja o senhor, e que um só seja o rei.

dizia Ulisses em Homero, falando em público. Se nada mais tivesse dito, senão: Em ter vários senhores nenhum bem sei, estaria tão bem dito que bastaria; mas se para raciocinar precisava dizer que a dominação de vários não podia ser boa, pois o poderio de um só é duro e insensato tão logo tome o título de senhor, em vez disso foi acrescentar a contrário:

Que um só seja o senhor, e que um só seja o rei.  Continue reading

Leave a comment

Filed under Discurso da servidão voluntária, Domination, Download, Justice, La Boétie, Philosophy, Pierre Léonard, Politics, Power, Social Justice, Text, The Discurse of voluntary servitude

A obra de arte na época de sua reprodutibilidade técnica – Walter Benjamin

Download do texto na íntegra:benjamin_a-obra-de-arte-na-epoca

8 Comments

Filed under aesthetics, Anthropology, Arts, Culture, Download, industry, mass media, Philosophy, reproduction, Society, Text, Walter Benjamin

O que é a filosofia? – Deleuze, Guattari

Download do texto integral:gd_fguattari_quec3a9_filosofia

Leave a comment

Filed under Anthropology, Book, Culture, Deleuze, Download, Gattari, Philosophy, Psicology, Text, What is Philosophy

Abecedário – Deleuze

Download do texo integral:deleuze_abecedario_integral

Leave a comment

Filed under Book, Deleuze, Download, Philosophy, Text

A origem da tragédia – Nietzsche

http://www.ebooksbrasil.org/eLibris/tragedia.html

Leave a comment

Filed under A origem da tragédia, aesthetics, Download, Nietzsche, Philosophy, portuguese, Text, tragedy

ARGUMENTAÇÃO E HABILIDADES COMO PRÁTICA DOCENTE EM FILOSOFIA

José Leonardo Annunziato Ruivo
Graduando em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
Jleonardo_ruivo@yahoo.com.br

RESUMO

A prática educacional, em geral, move-se no âmbito da política e no âmbito da teoria do conhecimento. Ou seja, se de um lado temos uma concepção de estado, de outro, temos uma concepção de sujeito que as práticas educacionais devem efetivar. Neste sentido, o presente trabalho pretende, inicialmente, retomar o debate acerca dos currículos de Filosofia a partir da Reforma Benjamin Constant, de 1891, que apontava como meta para esta disciplina a efetivação dos ideais de progresso e de nação, instituídos na Proclamação da República de 1889. Pretende-se percorrer, respectivamente, as reformas Francisco Campos, Capanema e as leis 4024/61 e 5692/71 que demarcam grandes perdas do campo do ensino de Filosofia no Brasil. Por outro lado, veremos que a publicação da Lei 9394/96 (LDB), e de seu polêmico artigo 36, marcam a possibilidade do retorno da obrigatoriedade do ensino de Filosofia nas escolas. Num segundo momento, discutiremos as motivações políticas e suas conseqüências por ocasião da publicação do Parecer CNE/CEB 28/2006 que institucionaliza a obrigatoriedade da Filosofia no Ensino Médio. Pretende-se, então, realizar uma reflexão sobre a prática do ensino de Filosofia partindo tanto da natureza específica deste campo de conhecimento como, também, dos contextos sócioeducacionais que a educação brasileira encontra-se. Sendo assim, se tomarmos a Filosofia enquanto um método de investigação cujo fim não é o fornecimento de respostas, mas, sim, um constante exercício e estímulo do espírito crítico, então, como este trabalho pretende provar, teríamos um ganho maior trabalhando concomitantemente com duas propostas: (i) o ensino através da competência em argumentação (Filosofia da linguagem) (ii) visando o desenvolvimento de habilidades.

PALAVRAS CHAVE: argumentação, ensino médio, prática docente em filosofia

Texto na íntegra: clique aqui.

 

Leave a comment

Filed under Ability, Academics, Argument, Critics, Docence, José Leonardo Annunziato Ruivo, Philosophy, Scholar, Text, UCS, Uses of Argument